quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Instalada Frente de combate à Aids

A Assembléia Legislativa instalou ontem, quarta-feira (17) a Frente Parlamentar de Prevenção e Combate à Aids. Dezenas de representantes de ONGs, além de portadores da doença e familiares, lotaram o gabinete da presidência do parlamento. A instalação da Frente foi aprovada por unanimidade pelos deputados.

Segundo o Ministério da Saúde, o Rio Grande do Sul tem a maior taxa de incidência de Aids do país, alcançando 36,5 casos por 100 mil habitantes. Entre 1980 e 2008, foram registrados 46.299 casos no Estado, sendo que, desses pacientes, 18.052 já morreram.

“É inadmissível que um povo que se diz culturalmente avançado esteja com esse problema”, afirmou o coordenador da iniciativa, deputado Paulo Borges (DEM).

A Frente deverá realizar as seguintes ações: ter um olhar de saúde, criar uma legislação eficiente contra a Aids, fiscalizar a legislação já existente, fiscalizar e executar as políticas públicas de prevenção, trabalhar nas questões ligadas à discriminação e mapear projetos em andamento.

De acordo com o representante do Ministério da Saúde, Nelson Correia, frentes parlamentares semelhantes já existem em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Ele informa que o Programa Nacional DST/Aids tem os seguintes pontos como agenda mínima para 2009: aumentar a cobertura de testagem de HIV e sífilis no pré-natal, proporcionar o diagnóstico precoce através do teste rápido, trabalhar as populações vulneráveis e manter parcerias com instituições para aumentar a cobertura de prevenção.

“Há muito trabalho pela frente. Após o recesso, vamos trazer a sociedade para a discussão. Queremos saber por que estão ocorrendo esses índices tão altos de casos de Aids no Estado”, declarou Paulo Borges (DEM).
Agência de Notícias A L
Por: Fabiane Moreira - MTB 9271
Edição: Rejane Silva MTB 6302
Foto: Galileu Oldenburg / Ag AL

Um comentário:

  1. [b]Sabe gente!..Assim como a maioria das pessoas,eu estava um tanto decepcionado com política,devido a desencantos com nosso governo em não apoiar as ONGS humanitarias que dirijo. Pensei porém que pior seria descer do trem na estação chamada desânimo. Procurei então alguém que me mostrasse um caminho diferente sintonizado com uma postura altruísta e comportamento de cárater ético. E pra meu espanto encontrei no Paulo Borges[Homem do Tempo],todas estas qualidades e outras mais. Além do mais temos uma visão semelhante e filosofia de vida competamente iguais. Votem nele gente!!
    PAULO BORGES P/DEPUTADO ESTADUAL /2500/ "É POSSÍVEL FAZER POLÍTICA COM HONESTIDADE"!!

    ResponderExcluir